Notícias e Eventos (18)

Livro - Do Casulo à Borboleta

Avalie este item
(1 Votar)
Localização: Natal / RN TESE
Palestrante
Author
Profª. Dra. Evanir de Oliveira Pinheiro

Profa. Dra. Evanir de Oliveira Pinheiro, também conhecida como Eva Potiguar, na sua atuação como Poetisa, vem convidar toda comunidade acadêmica para o lançamento de seu livro: "Do Casulo à Borboleta".

Professora Evanir Possui graduação em Educação Artística/Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1990), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2011). Atualmente é Professora Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, como formadora no Curso de Pedagogia.
 
É associada da Sociedade dos Poetas Vivos e afins do RN - SPVA. Tem experiência na área de Arte-Educação, com ênfase em Currículo, atuando principalmente nos temas: Corporeidade, Transdisciplinaridade, Artes, Ludicidade e Humanescência, com ênfase em formação de professores e gestão educacional. Atuou como Professora de Educação Básica desde 1989 na Rede Estadual de Ensino do RN e desde 2000 na Secretaria Municipal de Ensino de Natal como Professora de Educação Infantil. Em 2004 assumiu também na SME, a Arte Educação no ensino fundamental e na Educação de Jovens e Adultos.

Mecflix – Plataforma de estudos online

Avalie este item
(0 votos)

Sample image

  • + Criador: Prof. Denilton
  • + Local: IFESP
  • + Data: 22/02/2016

Internet nas Escolas Públicas

Avalie este item
(0 votos)

Computadores em escola da rede de SP; programa federal expandiu internet, mas com velocidade lentaVelocidade da internet em escolas públicas é apenas 3% da adequada

FLÁVIA FOREQUE
DE BRASÍLIA

A velocidade média da internet em escolas da rede pública em áreas urbanas do país se limita a 3% do que seria considerado adequado.

Brasil tem 38,41% de domicílios conectados a internet

Avalie este item
(0 votos)

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Brasil terminou outubro com 25,49 milhões de acessos da banda larga fixa

Anatel

O Serviço de Comunicação Multimídia alcançou 38,41% dos domicílios brasileiros
 
Foto: SerproAnatel divulga dados da banda larga fixa em outubro: são quase 25,5 milhões de acessos

Anatel divulga dados da banda larga fixa em outubro: são quase 25,5 milhões de acessos

O Brasil encerrou outubro com 25,497 milhões de acessos de banda larga fixa, informa a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Isso significa que o Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) estava presente em 38,41% dos domicílios. 

Para o cálculo da densidade dos acessos por 100 domicílios, a Anatel utiliza critério do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A Agência disponibiliza informações mais detalhadas sobre os acessos de Comunicação Multimídia na área de dados do portal da Anatel na internet. Há planilhas consolidadas por empresa, grupo econômico, município, região, faixa de velocidade, tecnologia e unidade da federação. Os relatórios publicados refletem os dados disponíveis em 18 de dezembro de 2015 e podem sofrer alterações.

Confira abaixo o número de acessos e a densidade do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) em outubro de 2015, por Unidade da Federação e por Região:

Regiões Acessos em operação Densidade (acessos por 100 domicílios)
Brasil 25.497.647 38,41
Centro-Oeste 2.072.273 40,24
Distrito Federal 636.657 67,53
Goiás 782.054 35,31
Mato Grosso do Sul 329.216 37,07
Mato Grosso 324.346 29,36
Nordeste 3.041.979 17,55
Alagoas 149.585 15,26
Bahia 803.047 16,46
Ceará 594.416 21,98
Maranhão 195.104 10,41
Paraíba 246.333 19,99
Pernambuco 512.068 17,28
Piauí 143.264 15,29
Rio Grande do Norte 251.664 23,85
Sergipe 146.498 20,7
Norte 844.760 17,21
Acre 50.941 22,45
Amazonas 238.132 23,76
Amapá 23.598 11,59
Pará 275.926 12,06
Rondônia 126.335 22,3
Roraima 34.625 22,66
Tocantins 95.203 20,28
Sudeste 14.998.939 52
Espírito Santo 475.201 35,44
Minas Gerais 2.386.097 34,52
Rio de Janeiro 2.867.212 49,06
São Paulo 9.270.429 62,87
Sul 4.539.696 44,72
Paraná 1.796.302 47,35
Rio Grande do Sul 1.642.169 40,92
Santa Catarina 1.101.225 46,97
     
Fonte: Portal Brasil, com informações da Anatel  

 

Salário dos profissionais de TI em alta em 2016

Avalie este item
(0 votos)

Três posições tendem a absorver novas atribuições e funções dentro das organizações, expandindo o escopo de trabalho

16 de Dezembro de 2015 - 11h24
 

Gestores de Infraestrutura, de Plataformas Mobile e Web e Marketing Digital estão entre os profissionais que tendem absorver novas atribuições e funções dentro das organizações, expandindo o escopo de trabalho em 2016, segundo a consultoria Michael Page, que avaliou o mercado de trabalho para as principais carreiras em diversas áreas.

“Diante das incertezas macroeconômicas, as empresas estão priorizando profissionais que possuem larga experiência e, de fato, consigam agregar valor e eficiência ao negócio. O executivo que entender este momento e se colocar à disposição para absorver uma nova função ou dar apoio em mais de uma área, pode se destacar facilmente dentro da companhia”, afirma o Henrique Bessa, diretor da Michael Page.


 

Novo marco legal da área de ciência

Avalie este item
(0 votos)

Novo marco legal da área de ciência, tecnologia e inovação é aprovado pelo Senado

Pesquisa

"Foi um grande dia para a ciência, tecnologia e inovação no Brasil", avaliou o ministro Celso Pansera
 

Novo marco legal da área de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 77/2015 foi aprovado pelo Plenário do Senado Federal nesta quarta-feira (9) e segue para sanção da presidenta da República, Dilma Rousseff. O texto, que promove uma série de ações para o incentivo à pesquisa e ao desenvolvimento científico e tecnológico, obteve unanimidade na votação do Plenário.

Hora do Código

Avalie este item
(0 votos)

Hora do Código: Microsoft promove cursos de programação online e gratuitos

Da Redação - 08/12/2015 - 11h42
  • Objetivo é ensinar estudantes e professores os fundamentos básicos de informática e conceitos utilizados para criar aplicativos
Em comemoração a Semana de Educação em Ciência da Computação, a Microsoft promove a terceira edição da campanha “A Hora do Código”. 

30 dicas para ensinar com ajuda das redes sociais

Avalie este item
(1 Votar)

30 dicas para ensinar com ajuda das redes sociais

Porvir reuniu sugestões para professores incentivarem o aprendizado dos seus alunos em diferentes plataformas

17/04/15 //  //  

Curtir, compartilhar, seguir, tuitar e comentar. Cada vez mais, as redes socais fazem parte da rotina de adolescentes e jovens. De acordo com a pesquisa TIC Kids Online, 79% dos brasileiros com idades entre 9 e 17 anos, que utilizam a internet, já possuem perfil em alguma das redes. E por que não aproveitar o interesse dos alunos e utilizar essas ferramentas como estratégia para promover o aprendizado?

De Olho nos Planos (PNE)

Avalie este item
(0 votos)

MEC divulga indicadores para acompanhamento

de metas do Plano Nacional de Educação

19:08:50   

Acesse a matéria no site de origem e deixe seu comentário


 Na última quarta-feira (30/09), o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgaram os indicadores que deverão ser utilizados para verificar o cumprimento das metas e estratégias estabelecidas no Plano Nacional de Educação (PNE – Lei Federal 13.005/14).

De acordo com divulgação do MEC, o objetivo do documento que é chamado como Linha de Base do PNE é subsidiar instâncias de controle, como as comissões de educação da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, além do Conselho Nacional de Educação (CNE) e do Fórum Nacional de Educação”

Além disso, segundo o Ministério, os dados analisados servem como referência para a observação de fatores como desigualdades regionais, raça e cor, renda e sexo, além de diferenças educacionais entre as áreas rural e urbana. “O trabalho subsidia a tomada de decisões institucionais”, disse o presidente do Inep, Chico Soares. “São indicadores que nos permitem verificar que grande parte das desigualdades persiste, mas vêm diminuindo”, avaliou. (Clique na imagem abaixo e acesse o documento)

PNE_linha_de_base

 

Acompanhamento bianual

O monitoramento e avaliação do PNE devem se intensificar de dois em dois anos com a realização, entre outras coisas, da divulgação de dados mais aprofundados acerca da trajetória dos indicadores das metas do Plano. Estes estudos a serem publicados a partir de junho de 2016, devem considerar os três níveis federativos (União, estados e municípios) e os grupos sociais prioritários para o Plano.

Segundo o texto do PNE, é o INEP quem deve realizar os estudos para aferir a evolução das metas e estratégias do Plano, subsidiando seu monitoramento e avaliação, além da análise de seus impactos.

Plataforma da USP ensina a escrever artigo científico

Avalie este item
(0 votos)

Site com videoaulas gratuitas busca fomentar a elaboração de papers científicos de alto impacto e com maior relevância

Calendário (2)

« Maio 2019 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb. Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
Visitantes
1294
Artigos
102
Ver quantos acessos teve os artigos
259962

Boletim Informativo

Certifique-se de que você não perca acontecimentos interessantes ao se juntar ao nosso programa de newsletter.

Contacte-nos

Entre em contato conosco para mais informações

Linha direta: (84) 3232-6231

Email: ifesp@ifesp.edu.br

 

Junte-se a nós...

Nós também estamos nas redes sociais. Síga-nos!