21 Maio 2017 In Notícias e Eventos
Localização: Natal / RN TESE
Palestrante
Author
Profª. Dra. Evanir de Oliveira Pinheiro

Profa. Dra. Evanir de Oliveira Pinheiro, também conhecida como Eva Potiguar, na sua atuação como Poetisa, vem convidar toda comunidade acadêmica para o lançamento de seu livro: "Do Casulo à Borboleta".

Professora Evanir Possui graduação em Educação Artística/Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1990), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2011). Atualmente é Professora Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, como formadora no Curso de Pedagogia.
 
É associada da Sociedade dos Poetas Vivos e afins do RN - SPVA. Tem experiência na área de Arte-Educação, com ênfase em Currículo, atuando principalmente nos temas: Corporeidade, Transdisciplinaridade, Artes, Ludicidade e Humanescência, com ênfase em formação de professores e gestão educacional. Atuou como Professora de Educação Básica desde 1989 na Rede Estadual de Ensino do RN e desde 2000 na Secretaria Municipal de Ensino de Natal como Professora de Educação Infantil. Em 2004 assumiu também na SME, a Arte Educação no ensino fundamental e na Educação de Jovens e Adultos.
17 Dezembro 2016 In Professores
Localização: Natal / RN TESE
Palestrante
Author
Profª. Dra. Evanir de Oliveira Pinheiro

Profa. Dra. Evanir de Oliveira Pinheiro, também conhecida como Eva Potiguar, na sua atuação como Poetisa

Possui graduação em Educação Artística/Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1990), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2011). Atualmente é Professora Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, como formadora no Curso de Pedagogia.
 
É associada da Sociedade dos Poetas Vivos e afins do RN - SPVA. Tem experiência na área de Arte-Educação, com ênfase em Currículo, atuando principalmente nos temas: Corporeidade, Transdisciplinaridade, Artes, Ludicidade e Humanescência, com ênfase em formação de professores e gestão educacional. Atuou como Professora de Educação Básica desde 1989 na Rede Estadual de Ensino do RN e desde 2000 na Secretaria Municipal de Ensino de Natal como Professora de Educação Infantil. Em 2004 assumiu também na SME, a Arte Educação no ensino fundamental e na Educação de Jovens e Adultos.
01 Outubro 2015 In Notícias e Eventos

MEC divulga indicadores para acompanhamento

de metas do Plano Nacional de Educação

19:08:50   

Acesse a matéria no site de origem e deixe seu comentário


 Na última quarta-feira (30/09), o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgaram os indicadores que deverão ser utilizados para verificar o cumprimento das metas e estratégias estabelecidas no Plano Nacional de Educação (PNE – Lei Federal 13.005/14).

De acordo com divulgação do MEC, o objetivo do documento que é chamado como Linha de Base do PNE é subsidiar instâncias de controle, como as comissões de educação da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, além do Conselho Nacional de Educação (CNE) e do Fórum Nacional de Educação”

Além disso, segundo o Ministério, os dados analisados servem como referência para a observação de fatores como desigualdades regionais, raça e cor, renda e sexo, além de diferenças educacionais entre as áreas rural e urbana. “O trabalho subsidia a tomada de decisões institucionais”, disse o presidente do Inep, Chico Soares. “São indicadores que nos permitem verificar que grande parte das desigualdades persiste, mas vêm diminuindo”, avaliou. (Clique na imagem abaixo e acesse o documento)

PNE_linha_de_base

 

Acompanhamento bianual

O monitoramento e avaliação do PNE devem se intensificar de dois em dois anos com a realização, entre outras coisas, da divulgação de dados mais aprofundados acerca da trajetória dos indicadores das metas do Plano. Estes estudos a serem publicados a partir de junho de 2016, devem considerar os três níveis federativos (União, estados e municípios) e os grupos sociais prioritários para o Plano.

Segundo o texto do PNE, é o INEP quem deve realizar os estudos para aferir a evolução das metas e estratégias do Plano, subsidiando seu monitoramento e avaliação, além da análise de seus impactos.