Keyte Paiva

Sample image

  • + Curso: Pedagogia
  • + Idade: 34
  • + Sexo: Feminino

 

 

Keyte Kaline Costa de Paiva é aluna concluinte do curso de Licenciatura Pedagogia, tendo já apresentado seu TCC - Memorial de Formação, que pode ser baixado e lido na íntegra acessando este link: Memorial de Formação - Keyte Kaliane Costa de Paiva.

Algumas das experiências vividas por Keyte Paiva, durante suas aventuras de formação podem ser lidas em seu Memorial que tem como título: TRAJETÓRIA DE MEMÓRIAS INDIVIDUAIS E COLETIVAS NA CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE PROFISSIONAL. Este Memorial consiste no trabalho de conclusão de curso que inicia abordando a importância do resgate de memórias para construção de um memorial de formação acadêmica, bem como, da identidade profissional do trabalhador em educação, em seguida, enfatiza as memórias mais relevantes das aprendizagens adquiridas em torno da trajetória estudantil da autora – da base familiar à graduação em Pedagogia, e da trajetória profissional numa perspectiva reflexiva embasada em teorias educacionais estudadas no decorrer das aulas vivenciadas no Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy – IFESP.

A Keyte nossos votos de felicidade hoje e sempre. Nossas portas estarão sempre abertas para recebê-la e ajudá-la nesta construção permanente da arte de educar.

Parabéns...

Abaixo segue a introdução deste trabalho de conclusão de curso.

Introdução

A construção do memorial de formação acadêmica é um processo de resgate, não apenas de memórias pessoais, mas de aspectos sociais, históricos, culturais que ultrapassam elementos individuais e acarretam em material concreto de uma coletividade que participou da trajetória estudantil e profissional de quem se propôs escrever o memorial. O memorial de formação é o relato da construção da identidade profissional de alguém, mesmo que não haja concordância entre a função profissional que você exerce e a formação acadêmica, mas em alguma situação já vivenciada foi marcante e conciliou com sua escolha acadêmica atual. Neste sentido, concordo com a afirmaçãoo de Passeggi (2010, p.1) sobre a escrita do memorial de formação como uma ação auto reflexiva, pois, o memorial como escrita de si é primeiramente uma ação de linguagem. Se a escrita não pode modificar os fatos vividos, ela pode modificar sua interpretação. Ao simbolizá-los de outra maneira, modificamos a consciência que temos dos fatos, de nós mesmos e de nossa ação no mundo. (PASSEGGI, 2010, p. 1)

Assim, compreendo o memorial como um exercício de resgate das ações do “eu” antes de me fazer um profissional da educação, ou seja, relato a trajetória que percorri enfatizando as práticas que desenvolvo na minha atividade profissional como secretária escolar refletindo momentos importantes que fizeram com que eu aliasse a todas as etapas da minha formação acadêmica.

Desse modo, D’Onofrio (1999) apud Câmara e Passeggi (2012, p.1) configura o gênero memorial como sendo “um currículo comentado, a história de uma vida refletida, a autoanálise dos fatos memoráveis, visando especialmente pôr em luz a evolução na área de conhecimento escolhida”.

Nessa perspectiva, este trabalho de conclusão de curso, que é configurado pelo gênero Memorial de Formação Acadêmica, caracteriza-se pelas reflexões feitas a partir do curso de Licenciatura em Pedagogia do Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy – IFESP acerca dos elos existentes na minha trajetória estudantil – dos primeiros anos escolares à graduação acadêmica, na área profissional e pessoal e como tais caminhos influenciaram as experiências que vivenciei.

Ler documento completo...

Boletim Informativo

Certifique-se de que você não perca acontecimentos interessantes ao se juntar ao nosso programa de newsletter.

Contacte-nos

Entre em contato conosco para mais informações

Linha direta: (84) 3232-6231

Email: ifesp@ifesp.edu.br

 

Junte-se a nós...

Nós também estamos nas redes sociais. Síga-nos!