Curso de Pedagogia

Sábado, 29 de Dezembro de 2018 - 11:12 AM.

O termo “pedagogo” existe desde a antiguidade. Na história da educação antiga, esse ser era destacado como aquele que acompanhava o discípulo de algum mestre, o filósofo, ao local educativo.

Sample image

No Brasil, o Curso de Pedagogia foi criado em 1939, formando bacharéis denominados “técnicos em educação”. Os professores primários, que, durante esse período concluíam o Curso Superior de Pedagogia, poderiam assumir as funções de administração, planejamento, orientação e inspeção.

Com a Lei da Reforma Universitária n° 5540/68 e a influência do pensamento tecnicista na educação, a Pedagogia assumiu a recomendação da especialização e o profissional pedagogo passou a ser formado para atender as necessidades do mercado de trabalho do desenvolvimento nacional. Assim, surgiram os “especialistas em educação”, através das habilitações: Administração Escolar, Inspeção Escolar, Orientação Educacional e Supervisão Escolar. A Resolução do Conselho Federal de Educação determinava que a formação desses especialistas e professores(as) para o ensino normal deveria ser cursada na graduação de Pedagogia com o grau de licenciado (a). Essas definições alcançaram toda a década de 70.

Diante desta realidade precisamos criar, na instituição, uma cultura de uso de Ambientes Virtuais de Aprendizagens-AVA como ferramenta de apoio em atividades vivenciais realizadas nos cursos presenciais.

Na década de 80, o momento histórico exigia novas adaptações. Muitas Instituições de Ensino Superior fizeram
reestruturações curriculares, colocando no Curso de Pedagogia a formação para docência na Educação Pré-Escolar
e nas séries iniciais do Ensino de 1° Grau.

Na década de 90, o Curso de Pedagogia veio se consolidar, como o principal formador dos educadores (as) para atuar na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Dessa forma, o pedagogo vem se reafirmando como necessário no processo educativo, não só na instituição escolar, como também em contextos sociais e institucionais não escolares.

Assim sendo, foi também na década de 90, que o Instituto de Formação de Professores Presidente Kennedy – IFP, com base na Lei Estadual n° 6.575 de 03 de fevereiro de 1994 passou a ofertar o Curso de Formação de Professores de 1ª a 4ª série do Ensino de 1° Grau – Licenciatura Plena.

O Instituto de Formação de Professores Presidente Kennedy – IFP, órgão de regime especial, passou por um reordenamento jurídico. Para adequar-se como instituição de ensino superior, de acordo com o previsto na Lei Federal n° 9.394/96 foi transformado em autarquia, com personalidade jurídica de direito público e autonomia administrativa, técnica e financeira, através da Lei Estadual n° 7.909, de janeiro de 2001, sob a denominação de Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy – Centro de  a Formação de Profissionais de Educação (IFESP).

O Curso de Pedagogia-Licenciatura foi autorizado através do decreto nº 21.009/ GAB.GOV. de 12/01/2009, publicado no Diário Oficial do Estado nº 11.884 de 13/01/2009. Seu reconhecimento se deu através do decreto nº 24.801/GAB.GOV. de 11 de novembro de 2014, publicado no Diário Oficial do Estado nº 13.315 em 12 de novembro de 2014.

O IFESP vem prestando serviços que atendem a demanda da educação pública do Estado do Rio Grande do Norte, formando educadores que possam contribuir para a transformação de uma sociedade comprometida com a construção do saber, este entendido como instrumento de luta.

Acesse aqui a Matriz Curricular do Curso de Pedagogia do IFESP.

stop view Info
/
      preview
      Album
      Photo
      Date
      Dimensions
      Filename
      File size
      Camera
      Focal length
      Exposure
      F Number
      ISO
      Make
      Views
      Comments
      ozio_gallery_fuerte
      Ozio Gallery made with ❤ by joomla.it