Notícias e Eventos

Aula de Programação no Ensino Básico em Portugal

A tecnologia, a informática e, consequentemente, a programação estão cada vez mais presentes na nossa vida e com um papel cada vez mais elementar.
Por Eduardo Mota para Pplware.com

OBR etapa RN

Olimpíada Brasileira de Robótica - Etapa RN 

Coordenadora Local: Profa. Dra. Sarah Thomaz de Lima Sá

Representantes Estaduais: Prof. MSc. Sebastião Emidio Alves (UERN) e Profa. Dra. Sarah Thomaz de Lima Sá (IFRN).

Prezados estudantes e professores,

É com grande satisfação que a Etapa Estadual da OBR no Rio Grande do Norte será realizada no Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Rio Grande do Norte. Esperamos realizar um grande evento e para tal contamos com a participação e atenção de todos para as informações veiculadas nesta página!

É obrigatório que cada equipe traga preenchido o Termo de Autorização do uso de Imagem.

Cada equipe terá a sua disposição uma tomada padrão (NBR 14136:2002). Caso seja necessário mais pontos, os competidores devem trazer adaptadores ou réguas.

Fique atento e mantenha-se atualizado com as ultimas atualizações das regras da competição. Lembramos a todos  que o objetivo da OBR é inserir o aluno no mundo da robótica. Não estamos aqui para medir qual professor tem maior conhecimento ou maior destreza em programar um robô.

Parabéns a todos pelo empenho e esperamos vocês na OBR/RN 2017.

Local:

  • IFRN – Campus Natal Central

             Av. Sen. Salgado Filho, 1559 – Tirol, Natal – RN, 59015-000

Data:

  • Nível 1:  20 de Agosto de 2017

  • Nível 2: 19 de Agosto de 2017

Contato:

  • Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • https://www.facebook.com/OlimpiadaBrasileiraDeRoboticaRn/

Cronograma do Evento:

OBS: CASO A EQUIPE COMPAREÇA APÓS O HORÁRIO DE ENCERRAMENTO DO CREDENCIAMENTO ELA NÃO PODERÁ COMPETIR NA PRIMEIRA RODADA.

 

.

Robôs e algoritmos poderão substituir até o trabalho de CEOs

Estudo da McKinsey indica que a análise de relatórios e dados para tomar decisões, por exemplo, poderá ser realizada por algoritmos. Ao todo, um quarto do trabalho dos CEOs poderá ser automatizado até 2055 — o equivalente a US$ 16 trilhões em salários.

02 de Março de 2017 - 10h26
 
 

Mas, apesar da ascensão dos robôs, o estudo afirma que a relação entre homens e máquinas não será de conflito. Ao contrário, isso porque menos de 5% das atividades humanas podem ser totalmente automatizadas, segundo a consultoria. Cerca de 60% de todas as ocupações têm ao menos 30% de atividades que podem ser feitas por máquinas. Ou seja, mais profissões serão modificadas do que extintas.

O relatório da McKinsey afirma também que o uso de robôs ainda melhora a performance dos negócios ao reduzir erros e elevar a produtividade, atingindo patamares que a capacidade humana não seria capaz de alcançar. Para se ter uma ideia, o estudo estima que a automação tenha potencial para elevar o PIB global entre 0,8% e 1,4% anualmente.

Os efeitos da automação também não ficarão restritos ao chão de fábrica. Segundo a McKinsey, até os CEOs terão seu trabalho afetado: a análise de relatórios e dados para tomar decisões, por exemplo, poderá ser realizada por algoritmos. Ao todo, um quarto do trabalho dos CEOs poderá ser automatizado.

O cenário brasileiro segue a mesma tendência. A consultoria estima que, considerando-se apenas a economia formal, o potencial de automação no país seja de 50%, o que afeta 53 milhões de empregados. Os setores industrial e varejista são os que têm o maior número de processos que poderão ser modificados pelo uso de softwares ou máquinas inteligentes — o que atingiria mais de 20 milhões de postos de trabalho.

No Brasil e no restante do mundo, garantir que a convivência entre homens e máquinas seja de fato pacífica exigirá mudanças no ensino. É preciso repensar o currículo para educar pessoas com as habilidades que realmente serão necessárias no futuro – como programação, robótica e serviços para uma população cada vez mais velha.

Boletim Informativo

Certifique-se de que você não perca acontecimentos interessantes ao se juntar ao nosso programa de newsletter.

Contacte-nos

Entre em contato conosco para mais informações

Linha direta: (84) 3232-6231

Email: ifesp@ifesp.edu.br

 

Junte-se a nós...

Nós também estamos nas redes sociais. Síga-nos!